Vroman's is OPEN for in-store shopping & curbside pick-up seven days a week.
FREE DOMESTIC SHIPPING ON ORDERS OVER $100!

The Posthumous Memoirs of Brás Cubas (Portuguese Edition): Memórias Póstumas de Brás Cubas (Paperback)

×

Warning message

Mean Menu style requires jQuery library version 1.7 or higher, but you have opted to provide your own library. Please ensure you have the proper version of jQuery included. (note: this is not an error)
The Posthumous Memoirs of Brás Cubas (Portuguese Edition): Memórias Póstumas de Brás Cubas Cover Image
$9.95
Email or call for price.

Description


Algum tempo hesitei se devia abrir estas memorias pelo principio ou pelo fim, isto , se poria em primeiro logar o meu nascimento ou a minha morte. Supposto o uso vulgar seja come ar pelo nascimento, duas considera es me levaram a adoptar differente methodo: a primeira que eu n o sou propriamente um autor defunto, mas um defunto autor, para quem a campa foi outro ber o; a segunda que o escripto ficaria assim mais galante e mais novo. Moys's, que tambem contou a sua morte, n o a poz no introito, mas no cabo: differen a radical entre este livro e o Pentateuco.

Dito isto, expirei 's duas horas da tarde de uma sexta feira do mez de agosto de 1869, na minha bella chacara de Catumby. Tinha uns sessenta e quatro annos, rijos e prosperos, era solteiro, possuia cerca de tresentos contos e fui acompanhado ao cemiterio por onze amigos. Onze amigos Verdade que n o houve cartas nem annuncios. Accresce que chovia-peneirava-uma chuvinha miuda, triste e constante, t o constante e t o triste, que levou um daquelles fieis da ultima hora a intercalar esta engenhosa id a no discurso que proferiu beira de minha cova: -V's, que o conhecestes, meus senhores, v's podeis dizer commigo que a natureza parece estar chorando a perda irreparavel de um dos mais bellos caracteres que tem honrado a humanidade. Este ar sombrio, estas gotas do ceu, aquellas nuvens escuras que cobrem o azul como um crepe funereo, tudo isso a dor crua e m que lhe r e natureza as mais intimas entranhas; tudo isso um sublime louvor ao nosso illustre finado.

Bom e fiel amigo N o, n o me arrependo das vinte apolices que lhe deixei. E foi assim que cheguei clausula dos meus dias; foi assim que me encaminhei para o undiscovered country de Hamlet, sem as ancias nem as duvidas do mo o principe, mas pausado e tropego, como quem se retira tarde do expectaculo. Tarde e aborrecido. Viram-me ir umas nove ou dez pessoas, entre ellas tres senhoras, -minha irm Sabina, casada com o Cotrim, -a filha, um lyrio do valle, -e... Tenham paciencia daqui a pouco lhes direi quem era a terceira senhora. Contentem-se de saber que essa anonyma, ainda que n o parenta, padeceu mais do que as parentas. verdade, padeceu mais. N o digo que se carpisse, n o digo que se deixasse rolar pelo ch o, epileptica. Nem o meu obito era cousa altamente dramatica... Um solteir o que expira aos sessenta e quatro annos, n o parece que reuna em si todos os elementos de uma tragedia. E dado que sim, o que menos convinha a essa anonyma era apparental-o. De p , cabeceira da cama, com os olhos est pidos, a boca entreaberta, a triste senhora mal podia cr r na minha extinc o.

- Taken from "Mem rias P stumas de Br's Cubas" written by Joaquim Maria Machado de Assis.
Product Details
ISBN: 9798683577520
Publisher: Independently Published
Publication Date: September 7th, 2020
Pages: 120
Language: Portuguese